Ano Novo, Vida Nova, Corpo Velho Por Favor.

2016 já começou sendo um ano bom, principalmente para meros mortais como eu, que planejavam começar pela milésima vez um estilo de vida mais saudável, que inclui dieta, atividade física e meditação. Acontece que ninguém contava com a astucia do ano de 2016, que trouxe o seu primeiro dia em forma de sexta-feira. Começar dieta na sexta-feira é humanamente impossível, além de fugir totalmente das regras internacionais de dietas. Isso me garantiu mais 2 dias de orgia alimentar, sedentarismo e zero de vergonha na cara.

Mas a segunda-feira não foi tão piedosa. Ela chegou. E chegou chegando mesmo, com chuva e frio, louca para testar minha determinação e força de vontade. Mas se ela achava que ia me vencer, ela está totalmente certa. Sim, totalmente certa, pois ainda não fui pra academia e a previsão não está muito favorável. Pelo menos ainda não comi nenhuma gordice e posso dizer que estou firme e forte na dieta. Mas voltando ao assunto da academia, sempre soube que quando estamos num programa de exercícios precisamos escolher um dia de descanço. Pois bem, o meu dia de descanço será segunda-feira. E aproveito que estou no meu dia de descanço para vir aqui falar dos meus 2 objetivos fitness para 2016. Decidi ser realista e escolher somente dois. Dois já são mais do que o suficiente para causar uma briga forte entre eu e eu mesma. Aqui estão eles:

1. Quero meu corpo velho! Não quero o corpo da Bella Falconi ou da Puglisei, ou mesmo da Deborah Secco, que com o perdão da palavra fodeu com o ano novo e auto estima de milhões de mães postando uma fucking foto da barriga dela, com 14 dias pós parto (isso mesmo, duas unidades de semanas após parir). E não pense que digo isso por inveja ou recalque. Certíssima ela! Se eu tivesse aquela barriga, duas semanas depois do parto, eu não ia nem postar foto do bebê, só ia dar a minha barriga no meu insta. Minha barriga amamentando, minha barriga cozinhando, minha barriga descansando, e por ai vai. Mas voltando ao assunto dos objetivos. Eu não quero o corpo destas famosas. Aliás, deixe-me ser clara. Querer eu até quero. O que eu não quero é o trabalho árduo necessário para ter um corpo como o delas. Sendo assim, o meu objetivo é infinitamente mais humilde. Estou me contentando com muito, muito, muito, muito menos. Eu quero o meu corpo velho! Queria o corpo que eu tinha antes de engravidar do Dom. Sabe aquela coisa: Queria estar gorda igual eu era da primeira vez que eu reclamei que estava gorda? Pois é, está sou eu. Queria meu corpinho velho, com todas as celulites, flancos, pochetes, e imperfeições que eu reclamava ter. E para firmar bem este objetivo, aqui está uma seqüência de fotos, de antes da gravidez do Dom, durante a gravidez do Dom, durante a gravidez da Zara, e o meu corpo atual.

Em 2013 antes da gravidez do Dom, em Bali:

IMG_1427

Em 2014, grávida do Dom:

FCS_Dominic_0113

Em 2015, grávida da Zara:

FCS_Carvalho2015_096

E agora, a atual:

maxresdefault

Nem a pau juvenal! Esta vou ter que ficar devendo!

2. Correr. Run, Rafa, run! Eu nunca consegui correr direito. Parece até uma macumba. Mesmo na época mais fitness da minha vida, que eu malhava igual uma maluca, nunca consegui correr. Não sei explicar, parece que me falta ar, parece que vou ter um treco, não consigo sincronizar minha respiração e quanto mais penso que preciso respirar direito mais eu respiro errado e fico a corrida inteira nesta guerra. Reza a lenda que durante uma corrida longa você descarrega todo stress acumulado, desligando o pensamento de tudo e só concentrando na corrida. Acho que tinha até uma propaganda da Nike que falava isso. Gostaria muito de atingir esse estado maravilhoso de êxtase da corrida. Pois até o dia de hoje, sempre que corro, o meu pensamento é o mesmo: Um minuto e um, um minuto e dois, um minutos e três, um minuto e quatro, um minuto e cinco, um minuto e seis… E assim fica durante toda a corrida. E quando eu digo “toooooda” a corrida. Imagine uma corridinha curta, bem curtinha, bem curta mesmo, pois é o máximo que consigo. Mas agora chega, deste ano não passa. Vou me tornar uma corredora!

E para finalizar, como forma de comprometimento que vou atingir estes dois objetivos, venho a público dizer que até o final deste ano publicarei aqui uma foto minha de top, em movimento, tirada durante uma corrida de rua! E tenho dito!

Ps. Pode ser que esta mãe que vos escreve tenha se empolgado muito com o post e tenha esquecido de buscar o filho mais velho na escola, recebendo uma ligação do mesmo, feita através do telefone da secretaria, já que ele é um dos únicos meninos de 12 anos deste país que não tem celular. Mas este assunto fica para um próximo post.

Como diria o Cae quando era bebêzuco: Um bezo pra você!

 

 

Um comentário sobre “Ano Novo, Vida Nova, Corpo Velho Por Favor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s