São as pequenas coisas.

7 horas da manhã de feriado e já estão todos acordados. Não tem café. Aliás, café até tem, só que em grãos. Semana passada resolvi extender a minha neura de orgânicos para o café. Comprei um saco de grãos de café orgânico e esqueci de levar para moer (aparentemente arrumar sarna para se coçar é um dos meus esportes favoritos).

Vamos todos para o mercado.
Chegando lá sento a Zara no carrinho-taxi e vejo que ela fez cocô. A bolsa das crianças ficou em casa. Engano meu cérebro e finjo que não vi. O que era para ser uma passarinha rápida no mercado vira uma compra de mês. O mais velho não desiste nunca, e insiste em pedir tudo aquilo que ele sabe que eu não vou comprar. Ele parece ter um carinho especial por produtos que possuem gordura higrogenada.

Passamos pela sessão de flores e Zara sorri feliz (e cagada). Resolvo tirar uma foto. Ninguém colabora. Dom avisa que fez xixi. Penso em me jogar no chão e fingir um desmaio. Lembro que tem um quiosque do Starbucks dentro do mercado. Um sorriso Monalisa brota no meu rosto. A bermuda do Dom está seca. Há esperança. Tiro Dom do carrinho-taxi e vamos correndo estilo Bolt procurar um banheiro. Bato o recorde dos 500m rasos. Ele senta no vaso e faz um pingo homeopático de xixi. Só pode ser pegadinha.

A versão pós xixi de Dom se recusa a voltar para o carrinho-taxi. Ele sai correndo descalço, sem rumo, mercado a fora.
Preciso de café. Chego no quiosque do Starbucks e Cae já fez o pedido. Ele aproveitou a minha ausência para incluir um muffin. Típico.
Vamos para o caixa e lembro que não trouxemos sacola (aonde moramos é proibido dar sacola plástica). Colocamos todos os itens soltos no carrinho-taxi.

Vamos para a casa, que diga-se de passagem está de pernas para o ar. O marido arruma a sala, e eu vou lavar roupa. Separo as brancas das coloridas e acho uma bermuda do Dom com aquele cheiro horrível de xixi seco. Finjo um ataque e faço uma ceninha de nojo. Meu marido ri. Corro atrás dele e faço ele cheirar a bermuda fedida. Ele finge que já cheirou, mas eu insisto. Ele ri ainda mais e diz que tenho problemas mentais.
Lembro que mais uma vez esquecemos de moer o café.
A vida é boa demais! #saoaspequenascoisas
Boa semana para todos 🙂

Um comentário sobre “São as pequenas coisas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s