Uma dica que vale a pena

Dificilmente escrevo sobre dicas, mas esta é tão boa que merece um texto.

Você já deve ter escutado falar sobre “redirecionamento de atenção”. É um método de disciplina, onde toda vez que a criança fica chateada porque quer fazer algo que não pode, a mãe redireciona a atenção para outra coisa.
Exemplo: A criança pega uma faca, a mãe então diz:

“Faca não-não porque pode machucar, que tal se a gente brincar com esta girafa aqui?”

Na teoria é lindo, mas pouquíssimas vezes funcionou com meu filho de 2 anos. Dá certo com bebês menores, mas distrair uma criança de 2-4 anos quando ela insiste em querer algo que não pode, não é tão simples assim.
Até que me ensinaram um método que mudou a forma como eu lido com os meus filhos.

O método se baseia no fato de que crianças, quando cismam com uma atividade, entram em um mini estado de obsessão que é difícil de quebrar. Por isso, precisamos abordar a criança com uma pergunta, algo que a force a pensar para responder, induzindo o cérebro a mudar de foco.

Exemplo: O Dom não queria parar de brincar para tomar banho:
“Vamos tomar banho?”
“Não.”
Eu poderia insistir, a resposta seria a mesma. Ou, poderia levá-lo na marra, o que estressaria ambos.

Seguindo o método que aprendi:

“Dom, qual destes brinquedos aqui você vai querer levar para o banho? Este carrinho azul, ou o carrinho vermelho?
Ele me olha. Antes que ele se distraia, repito a pergunta.
Ele sorri e aponta para o carrinho azul:
“Este”.
Pega o carrinho da minha mão e vai para o banho.

Esta técnica pode ser usada para tudo. Basta formular uma pergunta sobre algo que você sabe que vai interessar seu filho, você o conhece como ninguém. Seja criativa. Use um tom de voz convidativo. Só não esqueça que a pergunta precisa dar no mínimo 2 opções de escolha.

Outro exemplo:
Dom está lá fora, é tarde e ele não quer entrar:
“Dom, vamos ver no livro dos animais quem corre mais rápido? Você acha que é o urso ou o leão?”
Enquanto falo, mostro o livro, repito a pergunta, e disfarçadamente vamos entrando. 

É super simples e aqui em casa funciona 90% das vezes! Só não dá certo quando há outros agravantes como sono e fome.

Tentem e depois me contem! Muda a vida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s