Terrorismo musical

Dom ganhou um CD com cantigas antigas para crianças. No começo fiquei até emocionada por lembrar da minha infância. Depois de 5 minutos já estava me perguntando que ME*@# é esta?
O amor que tu me tinhas era pouco e se acabou.

Atirei o pau no gato mas o gato não morreu.
Boi da cara preta pega está menina que tem medo de careta.
O cravo teve um desmaio e a rosa pôs-se a chorar.
Pai Francisco foi pra prisão.
Sambalelê precisava era de umas boas palmadas.
Quem não marchar direito vai preso.
O quartel pegou fogo.
É mentira da barata.
Puxa o rabo do tatu.
Cai balão bem aqui na minha mão, não vou lá, tenho medo de apanhar.
Deita aqui no colo meu e depois não vá dizer que você se arrependeu.
A canoa virou por causa da Maria que não soube remar.
Se eu fosse um peixinho e soubesse nadar eu tirava a Maria do fundo do mar.
A gente é fraco cai no buraco. Buraco é fundo, acabou-se o mundo.
Pirulito que já bateu, a menina que eu gostava não gostava como eu.
Namorei um garotinho do colégio militar, o diabo do garoto só queria me beijar.

E pra fechar com chave de ouro:
Nana nene que a cuca vem pegar.

Sério mesmo?
A Cuca?
A Cuca era uma jacaré cabeluda maldita! A Cuca, juntamente com o “homem do saco”, eram o terror da minha vida. De verdade, o “ultimate nightmare” seria a Cuca e Homem do saco juntos no mesmo sonho.
Como nossas mães em pleno controle das suas habilidades mentais conseguiam cantar uma música dessa?
Por isso que chamam de canção de ninar. Óbvio que eu iria dormir se me dissessem que caso contrário a Cuca viria me buscar.
Seeeeeeenhor! Alguém pode me dizer como saímos psicologicamente ilesas da nossa infância?

3 comentários sobre “Terrorismo musical

  1. Oi, Rafa!
    Resolvi comentar porque fiquei na dúvida se o post era pra ser engraçado ou uma crítica séria mesmo.
    De qualquer forma, acho válido dizer que sou musicoterapeuta e estudei sobre o cancioneiro folclórico e cantigas infantis e sim, elas têm um propósito em serem dessa forma.
    Vou falar bem rapidinho, tá: o mundo é feito de coisas boas e más, há pessoas boas e más. As crianças precisam ter contanto com os dois lados. Assim como nas histórias infantis existem bruxas e lobos maus, nas cantigas também é dada a oportunidade para as crianças experimentarem esses papéis. É uma forma delas irem percebendo o mundo a sua volta.
    Espero ter ajudado.
    Talita
    somelhora.com.br

    Curtir

    • Oi Talita. Sim, era pra ser engraçado mas ao mesmo tempo não vou mentir que fiquei chocada ao prestar mais atenção nestas letras. Achei tão tão tão triste. Mas bem interessante a sua explicação. Com certeza ajudou porque não estava fazendo sentido estas músicas tão tristes para crianças 🙈 Bejijos 😘

      Curtir

  2. Kkkkkk… estou aproveitando q me achei o seu blog e que praticamemte mandei marido e as duas crias ao mercado , estou atualizado minha leitura , morrendo de rir e me emocianado…. eu nao dormia c esses musicas, massss de jeito nenhum, por isso q qundo canto p minha bb mudo a musica toda e pareco uma louca, minha pre aborrecente me olh e acha q tenho antenas kkkkk
    Mas, e o melhor jeito de nao traumatizar a bb.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s