Desmame – um guia prático

Para quem não leu o texto sobre o desmame da Zara, por favor leia antes de começar esta nova leitura. A amamentação é sem dúvida a melhor nutrição para o bebê. Não há nada superior ao leite materno, ponto final. A possibilidade de amamentar é mais do que uma benção, é a prova viva da perfeição de Deus.
Mas como tudo na maternidade, nem sempre as coisas saem da forma que a gente gostaria, e há ocasiões em que o desmame passa ser a melhor (as vezes única) opção para uma família como um todo.

Não existe jeito certo ou errado de realizar o desmame. Cada caso é único, e o que funcionou muito bem com uma criança, pode falhar miseravelmente com outra. Fiz este guia, para que sirva como base para mães que estejam se preparando para o desmame.

Para crianças que não usam mamadeiras, o primeiro passo é introduzir uma, oferecendo o próprio leite materno na mamadeira. Alguns bebês têm preferência por formatos de bicos, e até mesmo pela resistência da borracha usada por diferente marcas. Se for preciso teste mais de uma mamadeira até encontrar uma que seja bem aceita pelo seu filho.

Uma vez que a criança já estiver familiarizada com a mamadeira, deve-se testar também o novo leite. Comece oferecendo apenas uma mamadeira por dia. Aguarde e observe a aceitação. Apesar de não ser comum, algumas crianças reagem a mudança do leite e podem apresentar episódios de vomito e/ou diarréia. Portanto é importante esperar pelo menos 24 horas antes de oferecer uma nova mamadeira.

Com o passar dos dias vá gradualmente aumentando o número de mamadeiras. Faça no seu ritmo, e no ritmo que você acredita ser melhor para o seu bebê. Algo que ajuda bastante é estipular uma data no calendário. Escolha um dia e marque aquele dia como sua meta. A partir daquele dia, todas as mamadas serão na mamadeira. Lembre-se de escolher uma meta real. Por exemplo, não diga que será amanhã se você sabe que é inviável.

No caso da Zara, quando iniciei o desmame a introdução alimentar já estava bem estabelecida, e ela já tinha naturalmente diminuído as mamadas para apenas 3 vezes por dia. Ela também já dormia a noite toda então todas as mamadas eram durante o dia.

Crianças mais velhas que estão acostumadas a acordar para mamar no peito de madrugada, geralmente o fazem em busca de conforto, ou por dificuldade na transição entre um ciclo do sono para o outro (assunto para um próximo texto). Como a criança já está habituada a acordar para mamar, e já que o peito não será mais opção, você pode a confortar oferecendo uma chupeta, cházinho natural de camomila (bem diluído e sem adição de açúcar), um cheirinho acompanhado de carinho em movimento circulares, ou até mesmo o novo leite na mamadeira. O novo leite na mamadeira deve ser a última alternativa.
Lembre-se que isto não é válido para bebês pequenos que precisam mamar com freqüência. De qualquer forma, acho difícil que uma mãe com bebê pequeno esteja optando pelo desmame.

Quando a criança pedir pelo peito verbalmente, responda dizendo que este não tem mais, e imediatamente tente desviar o foco, redirecionando a atenção. Levante-se, converse sobre outro assunto, mude de ambiente, ofereça água, ou qualquer outro tipo de bebida natural, como água de coco ou chá.

Uma vez que você parar de oferecer o peito por completo, você terá aquela sensação de desconforto devido ao peito cheio. A regra principal é não esvaziar o seio totalmente. Durante o banho, extraia somente o necessário para aliviar o incômodo. Com o passar dos dias o seu corpo irá entender que não precisa mais produzir leite. Isto pode levar de 2 a 3 semanas.

Dizem que é preciso pelo menos 21 dias para realmente quebrar um hábito. Respeite o tempo de vocês. As vezes é preciso dar um passo para trás para poder dar dois passos para frente. Seja paciente. Crianças são esponjinhas sensíveis, e aquilo que você passa para elas, é exatamente o que elas absorvem. Faça desta transição a mais natural possível. Seja gentil com seu bebê. Seja gentil com você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s