Maternidade Real

 

A internet está recheada de fotos de crianças felizes, educadinhas e contentes. Todas nós mães postamos fotos dos nossos filhos fazendo as coisas certas. Aquilo que queremos que eles façam. Fotos deles cozinhando, lendo, cooperando. É uma sensação maravilhosa quando nossos filhos fazem e agem da forma que esperamos. Trabalhamos duro, todos os dias do ano para isto. E quereremos mostrar para o mundo a inteligência, a fofura, a maravilha que são os nossos pequenos. 

Mas a grande verdade é que estes momentos refletem somente 20% da realidade. E talvez seja por isso que a gente se agarra tanto neles. Porque os outros 80%, aaaah os outros 80… Eles não são tão perfeitos. Aliás, os outros 80 são show de comédia misturado com sexta feira treze.

É choro, é grito para calçar o tênis, é luta de jiu-jitsu para trocar a fralda. É birra para colocar a fantasia de tigre-de-bengala feita com materiais recicláveis que a escola pediu para amanhã. É a terceira guerra mundial contra o sono, é confusão para guardar os brinquedos que se reproduzem na calada da noite. É comida que vai para o chão, são pequenos grandes acidentes da esfera gastrointestinal no momento de sair de casa. Em resumo, os outros 80% são filhos apertando o seu botão do limite da paciência pela 10ª vez na manhã.

É quando fica cansativo.

Nós sabemos que há uma lista de coisas que deveríamos estar fazendo. Que se deve escovar os dentes de cada uma das crianças 3x por dia. Que é importante separar 30 minutos para leitura. Que a refeição ideal possui um alimento de cada grupo. Sabemos de tudo isto é muito mais E mesmo assim, há noites em que colocamos as crianças na cama sem ter feito um terço da lista. Dias onde você procura aquela gotinha, aquele chorinho extra de energia, de paciência, de disposição. Mas ele não vem. Você não o encontra mais em você. E isto não fica registrado em foto, nem em vídeo. Não é publicado no Instagram nem no Facebook.

Mas eu te prometo, acontece com absolutamente todo mundo. Porque isto, isto minha amiga, tem nome, e se chama maternidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s