Recompensas

E quando você se perde, e já não encontra motivo para repetir tudo aquilo que você faz e que aparentemente ninguém vê, chegam as recompensas.
São premiações que surgem quando você menos espera. 

Elas aparecem nos dias em que a louça da pia está prestes a encostar no teto. Ou nos dias em que o estoque de paciência acaba logo pela manhã e não há a menor previsão de reposição. E até mesmo nas tardes onde choro se transforma em esporte olímpico e o pessoal da sua família garante a classificação logo na primeira etapa.

Estes presentes, que fazem bem para a alma e o coração, vêm nas mais simples formas. São gargalhadas inesperadas, daquelas onde você vê a inocência escrita nos olhos da sua criança. São beijos onde pequenos lábios se juntam para fazer o bico mais perfeito que já se viu. São sinfonias de “mamãe eu te amo”, são abraços de urso, e sorrisos sem graça.

Às vezes a recompensa chega como voz doce, que te enche de orgulho por ser prova do seu cansativo mas gratificante trabalho: “Por favor”, “obrigada”, “com licença”.
Ela vem em forma de braçinhos se esticando pra cima, em direção ao céu. É quando você percebe que para aquela criança, o céu é nada mais nada menos do que você.
E é aí que a vida ganha significado.
Vivemos por momentos assim.

Empilhamos roupas, juntamos brinquedos, ficamos acordadas por noites e noites, choramos no carro, sentimos culpa, fazemos planos.
Pesquisamos sobre alimentação saudável, protetor solar, carrinhos e chupetas. Perdemos a tranquilidade obcecadas por pequenos detalhes que passaram a ser tão, mas tão importantes.
Damos tudo que mora dentro de nós e até um pouco mais, só por estes momentos.

E então, as duas da manhã, trocando uma fralda que vazou não somente na roupa mas também no lençol,  o seu presente chega em forma de riso nos olhos. Olhos que iluminam qualquer escuridão que um dia te amedrontou.

E te bate de frente. Te desarma, te amolece. Te derruba. Toma conta.

Basta 5 segundos assim, no meio de um dia catastrófico, para que você se sinta capaz de seguir em frente. De enfrentar o mundo.
Presente divino? É mais do que isto.
É quando o amor de mãe e o amor de Deus entram na mais perfeita sintonia. E assim, tudo vale a pena.

2 comentários sobre “Recompensas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s